segunda-feira, 16 de março de 2015

O TEMPLO DO AMOR

O templo do amor

 "Sentada em um banco, Olinda pôs-se a admirar o lago, em cujas águas serenas via as estrelas refletidas. A lua estava mais visível na escuridão do céu, já que as últimas tintas do crepúsculo haviam desaparecido completamente, dando lugar à noite magnífica. Ela não podia acreditar que o amor batera à sua porta. Por que, justamente ela, fora se apaixonar pelo homem impossível?"

BAIXAR

2 comentários:

  1. Lindo para qualquer coração sensível ao romance. Perfeito para quem ama poesia. Amei! !!!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir